segunda-feira, 29 de abril de 2013

PMs QUE TRABALHAM À NOITE, NÃO RECEBEM ALIMENTAÇÃO.



Policiais Militares estão reclamando que são escalados para trabalharem 12 horas seguidas e não estariam recebendo alimentação.

A denuncia foi feita à redação do FAXAJU on-line por um PM que mais uma vez pediu para não ser identificado com medo de responder a inquérito policial por conta da denuncia. Segundo o militar, “nós estamos sendo tratados com descaso pelo governo. Nós estamos no nosso limite de estresse e de cansaço, ou seja, estamos trabalhando acima de nossa capacidade e para piorar a situação, não estamos recebendo alimentação adequada”, reclamou o militar.

O policial explicou que na escala onde o militar trabalha 12 horas seguidas, e quando é durante o dia, ou seja, das 8h às 20 horas, o policial só recebe uma alimentação, que seria o almoço. “Eu quero saber quem é que agüenta trabalhar 12 horas tendo apenas uma alimentação. Nós recebemos o almoço por volta das 11:30h até o meio dia e ai só voltamos a nos alimentar quando voltamos para casa. Isso significa que estamos pagando para trabalhar na policia de Sergipe. Todos nós da PM que estamos de serviço quando chega por volta das 16 horas, nós temos que tirar dinheiro do bolso para fazer um lanche”, contou o militar.

Mas o que mais chamou a atenção na narrativa do policial, foi o fato de que, segundo ele, o militar que trabalha 12 horas no período da noite, não recebe nenhum tipo de alimentação. “Quando somos escalados para trabalhar das 20h às 8 da manha do outro dia, a nossa alimentação é feita em casa e ai só voltamos a nos alimentar no dia seguinte, ou seja, no período da noite não temos alimentação. O que nos deixa triste é a forma com o governo no trata, afinal qualquer empresa valoriza o funcionário, só na nossa policia é que se vê um descaso desse onde passamos fome por falta de atenção do governo. Nós estamos trabalhando no limite. Somos poucos hoje mas fazemos o trabalho de pelo menos o dobro de nosso efetivo. O que mais nos deixa triste é que elegemos um deputado para nos defender. Cadê ele?, cadê aquele deputado que iria trabalhar para nos defender?. Estamos jogados à própria sorte”, finalizou o policial.

Fonte:  Faxaju (Munir Darrage)

2 comentários:

  1. Consciência Politica PM&BM30 de abril de 2013 05:34

    http://conscienciapoliticapmbm.blogspot.com.br/

    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N28583

    ResponderExcluir
  2. Consciência Politica PM&BM30 de abril de 2013 05:35

    A Polícia Militar brasileira é um modelo anacrônico de segurança pública que favorece abordagens policiais violentas, com desrespeito aos direitos fundamentais do cidadão

    Uma das heranças mais malditas que a ditadura militar nos deixou é a dificuldade que os brasileiros têm de distinguir entre as funções das nossas Forças de Segurança (polícias) e as das nossas Forças Armadas (exército, marinha, aeronáutica). A diferença é muito simples: as Forças de Segurança garantem a segurança interna do Estado, enquanto as Forças Armadas garantem a segurança externa. Polícias reprimem criminosos e forças armadas combatem exércitos estrangeiros nos casos de guerra.

    ResponderExcluir